domingo, 18 de julho de 2010

Um outro dia


Ansiando que o Sol se ponha e a noite venha. Que as luzes surjam em cada janela e que os bares fechem.
Abrir o livro, ler uma história e fechar os olhos, as páginas e as mantas.
Anseio que os olhos se encerrem num lençol colorido que me acordam na claridade seguinte.
Está a chegar o dia em que o Sol irá ter um brilho diferente, onde os pássaros irão cantar mais alto, onde irei ter aquele sorriso e onde o dia vai ter aquele gosto que já há muito que não o sinto!

1 comentário:

PP disse...

O Guerreiro tbm precisa de descanso...

aproveita bem, porque dias desses são escassos nos dias que correm.

:)