sábado, 31 de janeiro de 2009

Um quotidiano


Numa cave, fria, húmida, apenas alguns focos a iluminam, o gosto e o vício andam lado a lado. Histórias diversas, vindas de diferentes lugares se unem aqui por breves minutos.
Será mesmo gosto? Será vício?
Não se sabe.
A única coisa garantida é que todos os dias, por volta da mesma hora aqui se encontram as mesmas vivências, no mesmo contexto.
O tempo não passa, o único sinal que ele existe são os momentos em que se perde uma partida e se começa outra. É nesta altura que saltam emoções, boas ou más consoante o adversário, a atitude, o álcool. A substância que acompanha estes momentos onde a partilha e o conflito andam bem juntos.
Amigos? Aqui nem tanto. Lá fora, talvez.
Assim se constrói um quotidiano que preenche uma rotina diária.
(Fotografia: The Cave by CaterpillarOFAngst)

1 comentário:

PP disse...

Lá está!!! Um gosto que se torna vicio...

a AMIZADE, é um vicio delicioso quando é sincero.
jito :)